Saúde

Esforços da SESA para Ampliar a Cobertura Vacinal Contra a Dengue no Paraná

Campanhas de Conscientização e Incentivo

Como parte das estratégias para aumentar a cobertura vacinal contra a dengue, a Secretaria da Saúde do Paraná (SESA) tem realizado diversas campanhas de conscientização e incentivo. Entre essas ações, destacam-se os ‘Dias D’, eventos dedicados a promover a vacinação. Além disso, a SESA remaneja doses entre municípios para garantir que os imunizantes sejam utilizados em sua totalidade, evitando desperdícios.

Monitoramento e Otimização de Doses

A SESA realiza monitoramento constante e diário junto às regionais de saúde e municípios para viabilizar a utilização de todas as vacinas disponíveis. Esse monitoramento inclui o agendamento de um número específico de pessoas em um mesmo horário para garantir que todas as doses de um frasco aberto sejam utilizadas. Essas medidas estão alinhadas com as recomendações do Ministério da Saúde (MS).

Novas Orientações e Remanejamento de Doses

Nesta quinta-feira (20), o MS divulgou a Nota Técnica nº 118/2024, orientando sobre a estratégia temporária de vacinação contra a dengue. A nota recomenda o remanejamento de vacinas com vencimento em junho e julho para regiões que ainda não foram contempladas, além da expansão da faixa etária elegível. Com base nessa orientação, a SESA remanejou recentemente 369 vacinas da regional de Londrina e 70 doses da regional de Cascavel para a RS de Paranavaí.

Recebimento de Novos Lotes

O Paraná tem recebido regularmente novos lotes de vacinas contra a dengue. Em abril, foram enviadas 6.730 vacinas para a regional de Apucarana e, posteriormente, 51.830 doses para outras regionais, incluindo Londrina e Foz do Iguaçu. O último lote, recebido em junho, trouxe 22.540 vacinas destinadas à segunda dose. Com essas ações, a SESA busca garantir que todos os paranaenses tenham acesso à vacinação.

Impacto da Vacinação no Paraná

De acordo com dados do vacinômetro nacional, o Paraná aplicou 44.967 vacinas das 116.130 doses enviadas ao estado, correspondendo a cerca de 38,72% de adesão. A SESA continua empenhada em aumentar esses números e proteger a população contra a dengue.