Política

A Importância da Caravana Paraná Unido pelas Mulheres para o Fortalecimento da Proteção Feminina

Iniciativa Focada no Fortalecimento Feminino

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta sexta-feira (21) da abertura da última etapa da segunda temporada da Caravana Paraná Unido pelas Mulheres, em Foz do Iguaçu. O evento reuniu centenas de gestores e gestoras públicas municipais da área. Organizada pela Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa (SEMIPI), a caravana visa fortalecer o papel feminino na sociedade, oferecendo orientações aos gestores municipais que atuam nas políticas para mulheres.

Temática e Objetivos

A edição deste ano teve como tema o “Fortalecimento da Rede de Proteção e Enfrentamento às Violências contra as Mulheres”. Devido ao calendário eleitoral, a caravana de 2024 aconteceu em versão reduzida, se concentrando em quatro eventos macrorregionais ao longo do primeiro semestre: Goioerê, Paranavaí, Ivaiporã e Foz do Iguaçu. “Estamos fechando um ciclo de encontros que aconteceram em várias regiões do Paraná para ouvir aquilo que as gestoras municipais consideram necessário para o atendimento da população feminina”, explicou o governador.

Avanços e Investimentos

Ratinho Junior destacou o aumento do orçamento destinado ao setor como um dos principais avanços. Em 2023, o governo do Paraná criou o Fundo Estadual da Mulher, que se tornou referência para outros estados, com o repasse de R$ 6 milhões aos municípios. Em 2024, o orçamento do fundo passou para R$ 20 milhões, dos quais R$ 11,2 milhões foram liberados às prefeituras. Os recursos são destinados ao fortalecimento da rede de proteção e ao enfrentamento das violências contra as mulheres.

O valor restante será utilizado pela SEMIPI até o final de 2024 em iniciativas como a aquisição de veículos, o projeto Mulheres Rurais, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR), e a formação de conselheiras.

Impacto e Expansão

Segundo a secretária da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte, a caravana visa divulgar os serviços e iniciativas para que as mulheres do estado se sintam protegidas e amparadas. Ela destacou que a política implementada não só combate a desigualdade e a violência, mas também gera prosperidade para as mulheres, suas famílias e comunidades.

Entre 2023 e 2024, o número de cidades paranaenses com conselhos municipais de direito das mulheres aumentou de 191 para 215. No mesmo período, houve um crescimento no número de localidades com organismo de políticas para mulheres (OPM), de 64 para 71. “Conseguimos números muito impressionantes, principalmente no que diz respeito a estruturar um sistema de governança tanto para o estado quanto para os municípios”, afirmou a secretária Leandre.