Mundo e Curiosidades

Paraná Destaca-se no II Fórum Nacional de Gestoras de Políticas para Mulheres

Iniciativas Pioneiras no Paraná

O Paraná foi destaque no II Fórum Nacional de Gestoras de Políticas para Mulheres, realizado em Brasília nesta semana. O estado chamou a atenção por sua experiência pioneira na transferência de recursos públicos para os municípios, na modalidade fundo a fundo. Este é o único estado com um sistema de financiamento específico para políticas voltadas às mulheres.

Transferência de Recursos Fundo a Fundo

Durante o encontro, cerca de 300 gestoras trocaram experiências e boas práticas nesta área. Além disso, o fórum serviu como espaço de debate sobre orçamento para ações voltadas às mulheres, misoginia, igualdade salarial, violência de gênero e participação das mulheres em espaços de poder. “Apresentamos o passo a passo para a execução do repasse de recursos aos municípios”, explicou a diretora de políticas públicas para as mulheres da SEMIPI, Mariana Neris.

No ano passado, o repasse fundo a fundo foi de R$ 6 milhões aos 75 municípios que preencheram os requisitos. O dinheiro foi utilizado em ações e políticas para as mulheres, variando de R$ 45 mil a R$ 210 mil por município, de acordo com o porte e estruturas existentes. Já neste ano, o estado autorizou o repasse de R$ 20 milhões para as prefeituras aplicarem no fortalecimento da rede de proteção e no enfrentamento das violências. A SEMIPI já habilitou 154 municípios para receber recursos, crescendo 105% em relação ao ano anterior.

Caravana Paraná Unido pelas Mulheres

Além do inovador sistema de repasse, a SEMIPI apresentou a Caravana Paraná Unido pelas Mulheres, que leva programas desta área aos municípios. Este programa concorre ao Prêmio Innovare 2024, que identifica e divulga práticas que contribuem para o aprimoramento da justiça no Brasil. “Temos orgulho de compartilhar nossas iniciativas pioneiras. Acreditamos que eventos como este são essenciais para promover a igualdade de gênero e combater a violência contra a mulher em âmbito nacional”, afirmou a secretária da SEMIPI, Leandre Dal Ponte.

Neste ano, a caravana passou por Goioerê, Paranavaí, Ivaiporã e, em junho, irá a Foz do Iguaçu. Esta força-tarefa da SEMIPI, junto com outras secretarias e a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), visa mostrar que as mulheres do estado podem se sentir cada dia mais protegidas. “Mais do que combater a desigualdade e a violência, essa agenda gera prosperidade. Quando uma mulher prospera, a família, a comunidade e a cidade prosperam”, concluiu a secretária.