Saúde

Paraná registra aumento significativo no número de cirurgias eletivas em 2023

O Paraná alcançou um marco importante na área da saúde em 2023, com o registro de 588.795 cirurgias eletivas, o maior número dos últimos 10 anos no Estado. Esse número representa um aumento de 20,5% em relação ao ano anterior, com um acréscimo de 100 mil cirurgias. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e englobam procedimentos realizados tanto em unidades próprias quanto em serviços parceiros credenciados.

Esse resultado é resultado do programa Opera Paraná, lançado em 2022, com o objetivo de reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas, que aumentou devido à pandemia, e regionalizar os serviços de saúde. Na primeira fase do programa, foram destinados R$ 150 milhões, e o governo estadual já destinou mais R$ 150 milhões para a segunda fase.

A expectativa é que mais serviços de saúde se credenciem para as cirurgias de maior demanda no Estado, como as cirurgias das vias aéreas e superiores, da face, da cabeça e do pescoço, do aparelho da visão, do aparelho digestivo, do sistema osteomuscular e do aparelho geniturinário. O objetivo é acelerar a fila de espera e descentralizar os serviços para reduzir os deslocamentos dos pacientes.

O programa Comboio da Saúde também recebeu recursos específicos para procedimentos cirúrgicos de catarata e pterígio, as maiores demandas dentro da especialidade de oftalmologia. Ao todo, cerca de 200 mil pacientes aguardam por uma cirurgia eletiva no Paraná, de acordo com estimativas.

A iniciativa tem sido bem-sucedida e reflete o compromisso do Estado em melhorar o acesso à saúde e reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas. Os investimentos e a regionalização dos serviços têm contribuído para que mais pessoas tenham acesso aos procedimentos necessários, melhorando sua qualidade de vida.

A fila de espera pode ser consultada online através do sistema da Central de Acesso a Regulação do Paraná (Care), que reúne a demanda nos serviços sob gestão estadual. Além disso, os pacientes também podem estar na etapa de consultas ou exames para avaliar a necessidade da cirurgia.

O Paraná está demonstrando um crescimento sustentado ao longo dos últimos anos na área de cirurgias eletivas, e o programa Opera Paraná tem desempenhado um papel fundamental nesse avanço. A expectativa é que mais pacientes sejam atendidos e que a fila de espera seja reduzida ainda mais nos próximos anos.