Saúde

Carnaval seguro: Saúde alerta para prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) está alertando para a importância da prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), especialmente durante o período do Carnaval. Com o objetivo de reforçar os cuidados, a Sesa já distribuiu para os 399 municípios do Paraná uma quantidade significativa de preservativos, géis lubrificantes, autotestes para diagnóstico de HIV e testes de HIV/Sífilis e hepatites virais.

As ISTs são causadas principalmente pelo contato sexual com uma pessoa infectada e representam uma das principais causas de procura por atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). No ano passado, foram identificados no Paraná 2.243 novos casos de HIV e 834 casos de Aids, de acordo com dados da Sesa.

Durante o Carnaval, a Sesa intensifica as ações e orientações, oferecendo atendimento de qualidade em toda a rede pública estadual de saúde. O objetivo é garantir que os paranaenses possam aproveitar o feriado com alegria, diversão e, acima de tudo, segurança, evitando as ISTs.

Além dos preservativos e dos testes de diagnóstico, existem também outras estratégias de prevenção específicas para o HIV, como a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) e a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP). A PrEP consiste na tomada de comprimidos antes da relação sexual para impedir a infecção pelo vírus, enquanto a PEP é o uso de medicamentos antirretrovirais após um possível contato com o HIV. Ambas as estratégias estão disponíveis no SUS e podem ser solicitadas nos serviços de saúde do Estado.

A Sesa também destaca a importância da prevenção combinada, que associa diferentes estratégias e metodologias para uma abordagem personalizada e mais eficaz na prevenção do HIV.

Além das ISTs, a secretaria também orienta sobre os cuidados com a Mpox, uma doença cujos primeiros casos foram registrados no Paraná em 2022. A recomendação é o uso de preservativos e a vacinação, que está disponível para grupos específicos.

Em caso de suspeita de qualquer IST, a Sesa recomenda que a pessoa procure imediatamente um serviço de saúde e solicite um teste para um diagnóstico preciso.

É fundamental que todos os foliões aproveitem o Carnaval com responsabilidade, cuidando da sua saúde e tomando as medidas necessárias para prevenir as ISTs.