PGR prorroga atuação da operação Lava Jato no Paraná

PGR prorroga atuação da operação Lava Jato no Paraná

Zeca Ribeiro / Câmara Deputados

 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) prorrogou os trabalhos da força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato no Paraná até 31 de janeiro de 2021. De acordo com a PGR, 14 membros do Ministério Público Federal (MPF) foram autorizados a prosseguirem nos trabalhos.

De acordo com a procuradoria, 11 dos 14 procuradores terão dedicação exclusiva nas investigações da força-tarefa. O prazo concedido pela PGR é menor que o solicitado pelo grupo, que pediu mais um ano para continuar com o trabalho. Além disso, o documento que será publicado para oficializar a medida ainda deve sugerir alterações no funcionamento das forças-tarefas para evitar a ausência de procuradores nos seus estados de origem por muito tempo.

A prorrogação  ocorre uma semana após a força-tarefa anunciar que o procurador Deltan Dallagnol deixou o comando das investigações após seis anos no cargo. A vaga foi ocupada pelo procurador da República Alessandro José Fernandes de Oliveira, que também tem atuação no combate ao crime organizado.

Close Bitnami banner
Bitnami