Tite comenta denúncia de estupro contra Neymar: não vou julgar

Tite comenta denúncia de estupro contra Neymar: não vou julgar

Técnico da seleção disse que jogador é tecnicamente imprescindível

O técnico da seleção masculina de futebol, Tite, disse hoje (3) que não “vai julgar” Neymar e classificou o jogador de “tecnicamente imprescindível”. Tite concedeu uma entrevista à imprensa, em que grande parte do tempo foi dedicada à denúncia de estupro contra o camisa 10 da seleção, que também é investigado pela suposta divulgação de fotos íntimas da mulher que registrou o boletim de ocorrência.

“Eu não vou me permitir julgar os fatos”, disse o técnico da seleção, que afirmou que tratou do assunto com Neymar em uma conversa particular. “Ele é um extraordinário jogador. Outras situações eu não vou me permitir julgar. Existem outros fóruns e existe tempo. Duas coisas que eu não cometo erro: tempo e prejulgar nada. Isso eu não faço.”

A mulher que acusa Neymar registrou a denúncia em São Paulo, onde o caso está sendo investigado em sigilo. O atleta afirma que está sendo vítima de extorsão. Ele divulgou um vídeo em sua conta no Instagram no qual aparecem conversas e fotos da mulher, o que levou a Polícia Civil do Rio de Janeiro a abrir uma nova investigação pela divulgação das imagens. O vídeo já foi apagado pelo jogador. Entretanto, em sua conta do Twitter, o jogador afirma estar sendo obrigado a expor sua vida e de sua família “por motivo de extorsão”.

Em nota, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) informou que “está apurando a suposta divulgação de vídeo por parte do jogador Neymar”. A investigação está sob sigilo.

Compartilhe: