Spread do Tesouro Selic cai de 0,04% para 0,01% ao ano

Spread do Tesouro Selic cai de 0,04% para 0,01% ao ano

Medida reduzirá custos da aplicação e aumentará rentabilidade líquida

O Tesouro Nacional reduziu hoje a diferença entre a taxa de investimento e a taxa de resgate – conhecida como spreadde compra e venda – do título Tesouro Selic de 0,04% para 0,01% ao ano. Segundo o Tesouro, a redução do percentual “é parte do contínuo processo de aprimoramentos no Tesouro Direto e terá como resultado a redução dos custos de aplicação para o investidor e, consequentemente, o aumento de sua rentabilidade líquida”.

“O spread justifica-se pela necessidade de evitar que as oscilações dos preços praticados no mercado secundário, que servem de referência para o Tesouro Direto, resultem em perdas para o investidor ou para o Tesouro Nacional”, diz o órgão do Ministério da Fazenda.

Segundo o Tesouro Nacional, a medida facilita o resgate do Tesouro Selic antes do prazo de vencimento. “A redução do spread potencializa o impacto positivo da rentabilidade do Tesouro Selic. Dessa forma, o Tesouro Nacional reafirma seu compromisso em proporcionar à população um investimento atraente, com custos cada vez menores, em um ambiente de redução das taxas de juros na economia brasileira”, acrescentou.

O Tesouro Direto foi criado em janeiro de 2002 para popularizar a aplicação e permitir que pessoas físicas pudessem adquirir títulos públicos diretamente do Tesouro, via internet, sem intermediação de agentes financeiros.

Compartilhe: