MP quer informações sobre uso de snipers no Rio de Janeiro

MP quer informações sobre uso de snipers no Rio de Janeiro

O Ministério Público do Rio de Janeiro(MPRJ) enviou ofícios às autoridades fluminenses sobre o uso de snipers(atiradores de elite) na segurança pública do Rio de Janeiro. O MPRJ quer saber se os policiais estão sendo usados para executar pessoas que estejam portando fuzis.Durante campanha para o governo do estado, o governador fluminense, Wilson Witzel, prometeu que usaria esses atiradores para matar pessoas que estivessem portando fuzis. Nesta semana, em entrevista ao jornal O Globo, Witzel afirmou que os snipers já estavam sendo usados, mas que não havia divulgação sobre isso porque eram ações sigilosas.

Os ofícios do Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (Gaesp) do MPRJ, que pedem explicações sobre a prática, foram enviados ontem (1º) para Witzel e para os secretários de Polícia Civil, Marcus Vinícius Braga, e da Polícia Militar, Rogério Figueiredo Lacerda.

Os documentos fazem parte de dois inquéritos civis que investigam as rotinas operacionais das polícias Civil e Militar.

Também ontem (1º), o procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, encaminhou ao Gaesp/MPRJ representação em que a deputada estadual Renata Souza (PSOL) requer a apuração dos fatos referentes às afirmações do governador sobre o uso de snipers pela polícia.

Compartilhe: