Mostra Sesc de Cinema prorroga inscrições para produção nacional

Mostra Sesc de Cinema prorroga inscrições para produção nacional

A Mostra Sesc de Cinema prorrogou inscrições para filmes de longa, média e curta-metragem de cineastas independentes até o próximo dia 19. O projeto, que investe pelo terceiro ano consecutivo na produção cinematográfica nacional, beneficia profissionais que não têm espaço para mostrar suas obras ou que não sabem como fazê-lo.

Uma das novidades deste ano é a inclusão de filmes de média metragem. Para o analista em Audiovisual do Departamento Nacional do Serviço Social do Comércio (Sesc), Marco Fialho, a questão da duração do filme nessa terceira mostra não tem mais tanta importância. “Aceitamos qualquer filme que venha a ser inscrito, vamos selecionar os filmes independente de sua duração”, disse.

Outra novidade é que a divulgação dos vencedores será realizada em Paraty, no município localizado na Costa Verde do estado. O lançamento e a exibição dos filmes selecionados vai ocorrer em novembro, com a participação de grandes nomes do cinema brasileiro, que vão interagir com o público. “Estamos pensando em fazer da terceira mostra um grande divisor de águas, sempre buscando coisas novas em apoio ao cinema nacional.”

Conteúdo

A curadoria da Mostra Sesc de Cinema prioriza filmes que tenham conteúdo interessante para a sociedade, segundo Marco Fialho. “Mas também não podemos abrir mão da forma da narrativa que o filme apresenta. Então, a gente tenta captar formas criativas e temas importantes. Esses são os dois parâmetros que temos na nossa curadoria”, afirmou.

Cada estado vai escolher seis filmes que serão exibidos em suas respectivas regiões. Do total de filmes da etapa estadual, serão selecionadas seis películas para representar as regiões brasileiras na final da mostra. A exceção é o Nordeste, que será representado por oito filmes, devido ao número maior de estados que compõem a região.

Segundo Fialho, o objetivo é fomentar uma política de apoio à cultura no país que não fique concentrada somente no Sudeste brasileiro. “Isso garante que todos os estados tenham possibilidade de selecionar suas obras locais, que vão estar circulando pela rede Sesc no Brasil inteiro”.

Mostra Nacional

A etapa nacional será composta por 32 filmes selecionados entre os melhores de cada região, além de sete obras infantojuvenis. A expectativa é que até junho a curadoria comece a assistir as obras para, em agosto, divulgar os filmes que vão participar dos panoramas estaduais. Os filmes infantojuvenis serão analisados por uma curadoria específica. Os 32 vencedores dos panoramas regionais disputarão a mostra competitiva nacional.

Os melhores filmes serão premiados com a finalização e edição das obras. Já os filmes infantojuvenis serão premiados com o contrato de licenciamento para exibição.

O projeto foi lançado em 2017 e visa incentivar e dar visibilidade à produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, contribuindo para a promoção e o lançamento de artistas de todo o país.

As inscrições podem ser feitas no site da mostra.

Compartilhe: