São José dos Pinhais: Reajuste da passagem de ônibus é um dos menores da RMC

Em São José dos Pinhais reajuste da passagem de ônibus é um dos menores da RMC

O reajuste cobrirá os custos operacionais de mão de obra, salário de funcionários, aumento do custo do diesel e reposição da inflação 

Após semanas de negociação com as empresas que realizam o transporte de passageiros em São José dos Pinhais, a administração municipal conseguiu, além de manter por quase um mês o valor antigo da passagem, que o reajuste ficasse na média da inflação.

De acordo com o contrato com as empresas de ônibus, há a previsão anual de reajustes, sempre com data de referência em 1º de fevereiro – reajustes necessários para cobrir custos operacionais, mão de obra de funcionários, aumento do custo do diesel e reposição da inflação.

Ainda no mês de janeiro tiveram início as negociações da Prefeitura com as empresas. “Temos trabalhado junto às empresas de ônibus buscando alternativas para melhorar o serviço, ao mesmo tempo mantendo o valor da passagem um dos mais baixos da Região Metropolitana de Curitiba. Se hoje a capital está reajustando em 5,8%,  conseguimos que o valor em São José dos Pinhais ficasse em 3,84%, tendo em vista que São José dos Pinhais não tem nenhum repasse ou subsídio estadual”, explicou o prefeito Toninho Fenelon.

Embora a inflação do período tenha sido registrada em 3,78% outros fatores tiveram que ser considerados nessa negociação, como o fim do subsídio de desconto de ICMS exclusivo para o transporte de passageiros; o reajuste a partir de 01 de janeiro de 2019 de 12% no valor do diesel e o fim do subsidio que existia com o Governo Estadual, devido o acordo do Confaz.

Entre os municípios da Região Metropolitana que possuem transporte urbano (municipal), São José dos Pinhais mantém um dos menores reajustes e valor de tarifa, e conta com sistema com linhas urbanas 100% integradas dentro do município (Integração temporal via Cartão VEM).

O aumento de passagem vale a partir do dia 28/02/19, subindo de R$ 3,90 para R$ 4,05. A tarifa eventual, destinada a turistas, visitantes da cidade, e passageiros eventuais não terá reajuste. Os passageiros que adquiriram os créditos no Cartão VEM antes da data do reajuste, permanecem com a tarifa inalterada durante 30 dias ou até que esses créditos acabem.

Compartilhe: