São José dos Pinhais: Procon-SJP orienta consumidores às compras de material escolar

Procon-SJP orienta consumidores às compras de material escolar

Foto: Lucas Mendes/Prefeitura SJP

O início das aulas está se aproximando, e com ela, surge a preocupação da compra de materiais escolares. É nesta época que também alguns estabelecimentos ofertam preços abusivos desses materiais. Por isso, é necessário que os consumidores fiquem atentos.

A Lei Federal 12.886/2013 orienta pais e demais consumidores sobre as disposições que implicam a aquisição dos materiais escolares. Por ser uma época com maior demanda de compra desses materiais, o Procon de São José dos Pinhais oferece sobre algumas dicas para as compras e alerta os consumidores. Para o advogado do Procon, Kleber Ferreira, a principal dica é fazer pesquisas de estabelecimentos que ofertam os melhores preços. “Você tem que ver bem na lista o que for material de uso comum, e na hora da compra, tem que pesquisar preços, pois a diferença de preço de uma loja para outra, é muito grande. Vale a pena você tirar um tempo para pesquisar, e realmente a diferença é muito grande”, explica.

Outras dicas ajudam o consumidor na hora das compras: uma alternativa de economizar é optar pela compra em conjunto, em que vários pais compram juntos os materiais. “Uma dica: a reunião de vários interessados na aquisição de produtos, é muito benéfica. Esta união proporciona aos consumidores, um maior poder de negociação junto aos fornecedores, o que pode redundar em descontos maiores, em função da maior quantidade adquirida. Reaproveitar material também, livros, se tiver em boas condições, o que interessa é o conhecimento. Saber comprar, essa é a dica”, enfatiza o advogado.

 

O que pode não ser pedido nas listas

Materiais de uso comum não podem ser pedidos em lista de materiais escolares. Esses itens incluem: Papel higiênico, papel toalha, itens de higiene e limpeza, papel, giz, álcool, estêncil e similares, copos, talheres e pratos descartáveis, esponja para louça, guardanapos, produtos de mídia em geral (CD’s, DVD), cartucho e toner para impressora, tinta para mimeógrafo, grampeador e grampos, medicamentos.

O consumidor que receber a lista de materiais escolares e se deparar com algum desses itens, pode entrar em contato com o Procon, ou realizar a reclamação via site do consumidor, acessando aqui.

O advogado Kleber Ferreira também sugere que o consumidor pode também entrar em contato com a escola. “Temos a plataforma, que você em casa pode fazer a reclamação, como também pode consultar a gente. O consumidor também pode enviar um email para a escola, questionando o motivo por ter pedido item de uso comum”, conta.

 

SERVIÇO  —

Dúvidas ou reclamações, o consumidor deve consultar o Procon de São José dos Pinhais.

Endereço: Rua Passos de Oliveira, N° 1101 – Paço Municipal

Telefones: (41) 3283 6160/ (41) 3282 1065/ (41) 3398 2730

E-mail: procon@sjp.pr.gov.br

Procon de São José dos Pinhais é localizado no Paço Municipal / (Foto: Paulo Szostak/PMSJP)

Compartilhe: