PM diz que está patrulhando Brumadinho para evitar saques

PM diz que está patrulhando Brumadinho para evitar saques

A Polícia Militar (PM) está fazendo rondas no município de Brumadinho para evitar saques nas áreas afetadas pelo rompimento da barragem de Mina Córrego do Feijão, ocorrido na última sexta-feira (25). Além disso, segundo a PM, os policiais também estão patrulhando as áreas de risco para evitar acessos não autorizados.Segundo o porta-voz da PM de Minas Gerais, major Flávio Santiago, o trabalho da polícia conta com o apoio de aeronaves. “A Polícia Militar está fazendo patrulhamento no sentido de defender o patrimônio dessas pessoas. É muito importante que a comunidade que está sendo retirada do local saiba que a Polícia Militar está fazendo essa abordagem”.

De acordo com o oficial, parte da cidade foi fechada ao acesso de pessoas que não estejam envolvidas no trabalho de busca e resgate. Essa restrição de acesso será mantida enquanto houver riscos de novos vazamentos de água ou lama.

“São 16 aeronaves que estão atuando no atendimento e no patrulhamento, inclusive com abordagem da Polícia Militar por rapel às pessoas que invadem essa área de segurança”, disse o porta-voz, destacando que a restrição de acesso aos locais de risco será imposta, inclusive aos moradores dessas áreas.

O major também alertou para falsos pedidos de donativos, em dinheiro, para vítimas da enchente. Segundo ele, se as pessoas não conhecerem a pessoa ou entidade que está pedindo dinheiro, elas não devem fazer a doação.

Compartilhe: