São José dos Pinhais realiza a 1ª Conferência Municipal Extraordinária e elege conselheiras

São José dos Pinhais realiza a 1ª Conferência Municipal Extraordinária e elege conselheiras

Regimento interno do Conselho será criado em janeiro 2019(Fotos: Paulo Zsostak / PMSJP)

Com as portas da Câmara do município abertas ao público no último sábado (15) ‘Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres’ (CMDM) é constituído na cidade e conselheiras serão empossadas em janeiro de 2019. Um dos principais objetivos do ‘CMDM’ é garantir, através da legislação municipal, a proteção e os direitos das mulheres do município em todos os campos de atividades.

Sancionado há menos de um ano no município pelo Prefeito em exercício Toninho Fenelon, o ‘Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres’ (CMDM) de São José dos Pinhais, foi constituído pela manhã do último sábado, (15/12), em sessão aberta ao público que aconteceu no plenarinho da Câmara do Município através da 1ª Conferência Municipal Extraordinária realizada na cidade que reuniu para fazer parte do conselho entidades credenciadas da sociedade civil que já desenvolvem projetos sociais direcionados, principalmente, aos direitos das mulheres.

Propondo-se como um centro permanente de debates entre vários setores da sociedade, o CMDM,  segundo a lei municipal nº 2.965/17, deverá deliberar, contribuir na normatização e fiscalização de políticas relativas aos direitos das mulheres no âmbito Federal, Estadual e Municipal e colaborar na elaboração de políticas, programas, serviços de governo além de sugerir ao Poder Público e à Câmara projetos de lei que assegurem e ampliem os direitos das mulheres em todos os campos de atividade e sua plena integração na vida socioeconômica, política e cultural.

O prefeito Toninho Fenelon, esteve presente na conferência e destacou a importância da atuação do Conselho no município dizendo que “é um momento histórico para a cidade; em nenhuma outra gestão foi possível constituir o Conselho que está sendo formado neste momento; as mulheres de São José dos Pinhais ganham mais representatividade a partir de hoje; através do Conselho será possível acompanhar, fiscalizar e sugerir ao Poder Público e Legislativo políticas que garantam os direitos das mulheres em todas os espaços”, destacou o prefeito.

No último sábado (15) nove entidades credenciadas indicaram as conselheiras que serão empossadas ao cargo em janeiro, mês que ocorrerá a indicação de mais nove mulheres que representarão a sociedade civil no CMDM.

Os participantes também puderam acompanhar palestra da vice presidente do ‘Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres’, Carmem Regina Ribeiro, que falou sobre o papel e importância da formação do conselho nas cidades.

As entidades credenciadas a fazer parte do conselho neste primeiro momento são: FAE Centro Universitário; APP – Sindicato – Núcleo Metropolitano Sul; Sinsep; Associação dos Moradores do Conjunto Urano; Centro Integrado de Psicologia e Psiquiatria; Grupo Missionário de Mulheres (Igreja do Evangelho Quadrangular); Federação Municipal das Associações de Moradores (Femam); Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de SJP; Associação da Renovação Carismática Católica da Diocese de SJP.

As vereadoras Mari Temperasso e Nina Singer participaram da 1ª Conferência que deve reunir em janeiro 2019 as conselheiras que vão trabalhar no regimento interno do CMDM que irá direcionar e desenvolver as ações a serem tomadas e também determinar quantos encontros acontecerão durante o próximo o ano.

Compartilhe: