Leopardo mata monge budista que meditava em área proibida

Leopardo mata monge budista que meditava em área proibida

O monge budista Rahul Walke estava sentado debaixo de uma árvore na floresta de Tadoba, no estado indiano de Maharashtra, que também é uma reserva protegida de tigres.

O monge participava de um templo da região e estava a meditar cerca de um mês, segundo a polícia local, os monges haviam sido alertados para não adentrarem na floresta para meditarem.

Devido ao incidente, agora o tigre deverá ser caçado, capturado e abatido.

Esta mesma floresta foi recentemente alvo de notícias depois que guardas florestais mataram uma tigresa com vários filhotes, acusada de matar pessoas.

Compartilhe: