Jornalista alemão é preso na Venezuela como espião

Jornalista alemão é preso na Venezuela como espião

Foto: Rede Social do Jornalista

O jornalista freelancer alemão Billy Six circulou o mundo com uma câmera de vídeo manual pedindo às pessoas que vivem em guerras e conflitos para contar suas histórias.

Mas ao fazer isso na Venezuela, documentando o colapso econômico e a migração em massa do país socialista, ele foi preso por acusação espionagem.

“Ele nunca tocou em uma arma, nunca participou de nenhuma demonstração … Ele só estava na rua. Ele falou com todas essas pessoas normais. Ele fez perguntas e colocou isso na internet. ” disse seu pai Edward Six, rejeitando as acusações do governo venezuelano.

As autoridades ainda não comentaram sobre a prisão, que ocorreu há três semanas, deixando a família de Six buscando respostas e diplomatas alemães no escuro. Até agora eles não puderam visitar o homem de 31 anos na prisão de Helicoide, em Caracas, onde ele está sendo mantido junto a opositores do regime do ditador Nícolas Maduro.

Embora o governo de Maduro não tenha nenhuma tolerância para uma cobertura crítica por parte da imprensa local, os jornalistas estrangeiros geralmente são poupados do mesmo tratamento agressivo. Mas são em suma, presos e deportados do país.

O ministério da informação venezuelano não respondeu a um pedido de comentário.

 

Compartilhe: