São José dos Pinhais: Conheça a história do Poder Executivo

São José dos Pinhais: Conheça a história do Poder Executivo

Texto: Antonio Bobrowec*

  • Não há foto do primeiro prefeito

Texto: Antonio Bobrowec*

Em 1853 foi criada a Câmara Municipal de São José dos Pinhais. Até a Proclamação da República (1889), a Câmara era o poder soberano de um Município, que realizava a administração pública e criava as leis locais. Contudo, com o fim do Império brasileiro, os republicanos implantaram novos conceitos de política e administração pública. É criado assim o Poder Executivo. O país passaria a ser liderado por um presidente, os estados (antigas províncias) teriam como chefes políticos os governadores e os municípios (antes intitulados de vilas) teriam à frente um intentor, que mais tarde se chamou prefeito.

O primeiro intentor de São José dos Pinhais foi João Ernesto Killian, em 1891. Contudo, na prática, a intentoria realizava as mesmas funções que a Câmara Municipal, que entre 1890 a 1894 teve como presidente Norberto Alves de Brito. A partir de 1892, o jornal A República (veículo impresso oficial do Estado) somente denomina como prefeito de São José dos Pinhais o capitão Norberto de Brito.

Até 1900, todos os prefeitos são-joseenses foram nomeados. É em 1900 que é eleito o primeiro prefeito do Município, o italiano radicado em São José dos Pinhais, coronel Luiz Victorino Ordine. Ele fica no cargo por oito anos. Quem o substitui é o seu inimigo político, Francisco de Paula Killian. A rivalidade deles ficou registrada nos jornais. O fato mais emblemático foi a abertura de processo administrativo por parte de Killian contra a gestão de Ordine enquanto prefeito. Para não ser condenado, Ordine manda queimar todo o arquivo de 1904 a 1908. O resultado disso é que não se tem os documentos que comprovem o nome dos vereadores desse período (na época, o arquivo da Prefeitura ficava junto com o da Câmara).

Até 1930, todos os prefeitos de São José dos Pinhais foram eleitos por voto direto e membros da Guarda Nacional, exercendo a função de capitão ou de coronel.

Com o golpe de 1930, liderado por Getúlio Vargas, o prefeito Benjamin Claudino Ferreira foi deposto na metade do seu 2º mandato. No governo do presidente Vargas houve duas Constituições (1934 e 1937). Seu governo foi gerido com autoritarismo político. A Câmara de São José dos Pinhais ficou fechada de 1930 a 1935 e de 1937 a 1945. Houve também grande rotatividade de prefeitos: entre outubro de 1930 a dezembro de 1947, tomaram posse 15 prefeitos diferentes.

Desde 1951, todos os prefeitos são-joseenses foram eleitos por voto direto.

O prefeito atual é Toninho Fenelon (Antonio Benedito Fenelon). Ele é o 37º a assumir o cargo. Confira abaixo o quadro que denomina cada um deles.

Compartilhe: