Apoio de São José dos Pinhais e corrida ao governo do estado já em clima de guerra

Apoio de São José dos Pinhais e corrida ao governo do estado já em clima de guerra

Apoio de São José dos Pinhais e corrida ao governo do estado já em clima de guerra

Enquanto o governador do estado, Beto Richa prepara sua plataforma para uma candidatura ao senado, a corrida eleitoral para substituí-lo já está em clima de guerra.

Matérias enviadas constantemente pela comunicação do estado dão ênfase à vice-governadora Cida Borghetti, quase certa como candidata do governo nas eleições de 2018. Comentários nos bastidores asseguram que a saída de Ratinho Junior de secretário de estado e o seu retorno como deputado federal deu-se a essa possível manobra.

E Ratinho esta semana protocolou no dia 25 de setembro, projeto de lei que estabelece regras de MORALIZAÇÃO da gestão pública. Obviamente que lendo superficialmente eu perguntaria se este projeto trata-se de experiência vista durante sua permanência no governo ou simplesmente uma maneira de se afastar da imagem do governador.

Por outro lado, o ex-governador e atual senador da república, Roberto Requião, que poderá ser o candidato do PMDB, com o seu jeito irreverente, meigo e MAIS GROSSO QUE CANTO DE CERCA, já ataca tanto o governador Beto Richa como Ratinho Junior.

Em seu vocabulário já conhecido, Requião dispara que voltará ao governo, atualmente infestado de RATOS e LADRÕES. Chegou até a criar a expressão RATONICE, cujo significado diz ser alguém que se recusou assinatura em CPI QUE APURA CORRUPÇÃO NO GOVERNO e RATONICE AÇU, acrescido de participação no roubo.

Enquanto isso estou tentando analisar como se comportará a gestão de São José dos Pinhais, já que o atual prefeito, Antonio Benedito Fenelon, que é da turma do Ratinho e o vice-prefeito Thiago Bührer da turma de Beto Richa e Cida.

Já nas redes sociais, o outro candidato ao governo, Osmar Dias, terá o apoio (já declarado) do ex-vereador Silvio Monteiro, que foi candidato a prefeito de São José dos Pinhais.

Uma frase que ouvi de um importante secretário municipal e que representa muito bem essa situação: TUDO JUNTO, MAS NÃO MISTURADOS.

Compartilhe: