Morte de Policial Militar em São José dos Pinhais aumenta tensão entre “Mocinhos” e “Bandidos”

Morte de Policial Militar em São José dos Pinhais aumenta tensão entre “Mocinhos” e “Bandidos”

Morte de Policial Militar em São José dos Pinhais aumenta tensão entre “Mocinhos” e “Bandidos”

Depois do bárbaro assassinato do policial militar Eduardo Lucas Verbinski, de 29 anos, do 17° Batalhão da Polícia Militar na madrugada da última quinta-feira (17) a tensão aumentou entre a Polícia Militar e o crime organizado de São José dos Pinhais.

Em pleno centro da cidade, dois homens audaciosos passaram próximo ao velório do policial e efetuaram disparos de arma de fogo, testemunhas afirmaram que os tiros foram para cima, deixando familiares e amigos do policial assustados, o que provocou um corre-corre atrás do veículo. Viaturas da PM foram acionadas, mas os atiradores não foram encontrados.

Segundo comentários e postagens em redes sociais, em outro ponto da cidade, no local onde foram enterrados os irmão que participaram do assassinato do policial e mortos em confronto, foram gravados vídeos de desabafo. Nas imagens não dá para reconhecer os autores das mídias, não podendo dizer se há policiais envolvidos ou que se trata realmente de ser em São José dos Pinhais. Em um destes vídeos há uma frase sendo escrita no túmulo: “Ladrão morreu, antes ele do que eu!”.

 

 

 

 

Compartilhe: