Secretaria de segurança de São José dos Pinhais apresenta balanço do 1º semestre aos vereadores

Secretaria de segurança de São José dos Pinhais apresenta balanço do 1º semestre aos vereadores

Reunião GM e Vereadores de São José dos Pinhais
Reunião GM e Vereadores de São José dos Pinhais

Os vereadores se reuniram, na manhã desta quinta-feira (06), com o secretário de segurança do município, Adriano Muhlstedt, e equipe. O objetivo do encontro foi apresentar um balanço dos trabalhos realizados pela pasta no primeiro semestre de 2017.

O chefe de operações, GM Barreto, apresentou dados de chamadas atendidas nestes seis meses: 26.568. Ainda, segundo ele, foram recuperados 212 veículos e apreendidas 43 armas de fogo. A Guarda Municipal opera com sete viaturas no período diurno, o que corresponde a uma viatura para cada 42.500 habitantes; e 5 viaturas no período noturno, correspondendo a uma viatura a cada 60.000 habitantes.

Saiba mais

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – Guarda Municipal realiza Blitz na Avenida das Torres

Também foram exibidos dados relacionados aos recursos humanos da Guarda Municipal. De acordo com o chefe da divisão de instrução e planejamento, GM Mário Kosiol, o efetivo conta com 171 guardas. Ele explicou como se dá a distribuição, escalas e necessidade de concurso público para o cargo. Kosiol afirmou ainda, que a instituição tem diminuído os custos com treinamentos, pois os instrutores são membros da própria Guarda Municipal, que tem seu centro de ensino registrado na polícia federal.

A divisão de apoio técnico, representada pela servidora Regiane Lima, apresentou o balanço orçamentário da secretaria. Ela especificou aos vereadores os gastos permanentes e variáveis. Segundo ela, o déficit anual é de R$ 917.735,00 (novecentos e dezessete mil e setecentos e trinta e cinco reais). Regiane também falou sobre o contrato com vigilantes terceirizados, que atualmente conta com um efetivo de 45 funcionários.

Para o secretário Adriano Muhlstedt, o orçamento destinado à secretaria deveria ser revisto.

Apenas 2% do orçamento do município é repassado à segurança. Acredito que se fosse cerca de 5% poderíamos promover melhoras significativas como contratação de mais efetivo para Guarda Municipal e maior investimento em tecnologia”, disse.

Compartilhe: