Álbum que Lennon autografou pra seu assassino é posto à venda por US$ 1,5 milhão

Álbum que Lennon autografou pra seu assassino é posto à venda por US$ 1,5 milhão

Álbum que Lennon autografou pra seu assassino é posto à venda por US$ 1,5 milhão

O álbum que o cantor e compositor John Lennon autografou para seu assassino horas antes de morrer foi colocado à venda por um preço de US$ 1,5 milhão (R$ 4,7 milhões), segundo informou hoje (17) a empresa Moments in Time, que disponibilizou o item online. A informação é da EFE.

A cópia do disco Double Fantasy foi assinada pelo ex-beatle cinco horas antes do assassinato, cometido por Mark David Chapman. O músico morreu em dezembro de 1980, ao ser atingido por tiros de Chapman, um fã que o esperava na entrada do Edifício Dakota, onde Lennon vivia com Yoko Ono, próximo ao Central Park, em Nova York. O álbum foi localizado por um homem em um jardim do edifício, após os disparos, segundo detalhou o vendedor.

A foto da capa do disco mostra John e Yoko se beijando, com o autógrafo de Lennon no pescoço dela. O disco, com a impressões digitais do assassino, terminou em mãos das autoridades e se tornou uma das provas utilizadas para incriminar Chapman, que foi condenado a prisão perpétua.

Tempos depois, o exemplar foi devolvido à pessoa que o encontrou com uma nota de agradecimento, segundo lembrou a empresa responsável pela venda, especializada em autógrafos, fotos e documentos históricos. “Estamos encantados de voltar a colocar no mercado uma peça com tanto significado histórico”, disse o porta-voz da Moments in Time, Bob Zafian.

Compartilhe: